A HABILIDADE DE PRATICAR O BEM

Sair do emaranhado do círculo vicioso e evoluir para a graça do círculo virtuoso, não é tarefa fácil e destituída de esforço. Depois de perdida a sua integridade, uma inércia inerente a este estado mantém a pessoa nesta condição. Sair daí exige dedicação, confiança e esperança, mas digo a você leitor, vale muito a pena, pois cada pessoa retirada deste lodaçal irá influenciar em seu sistema relacional de vida, gerando ganhos para centenas de pessoas à sua volta, criando assim uma corrente benéfica.

Se você quer saber se um indivíduo é realmente bom procure ver se ele é humilde, puro, como a água e simples como sua pequena fórmula com seus três átomos unidos para formar o líquido da vida.

De outro modo, estar em vício e se comportar de modo maléfico, se compara à água suja, ou seja, continua sendo água, mas não é mais pura, teremos então certo trabalho para torná-la potável e útil novamente. Assim está o homem atualmente, séculos e séculos de degeneração, guerras, estupros, violência, doenças venéreas, sarna, tuberculose e câncer. Poluíram nossos corpos, e no dizer dos filósofos modernos: somos a espécie mais degenerada dentre todas.

O nível de consciência deste ser humano está  bastante embotado por drogas lícitas e ilícitas. Embotado também pelo exagero de suas próprias defesas, consolidadas em armaduras obsoletas, que agora lhe impedem de ver, sentir e mesmo de amar. Nosso ser, encouraçado e impávido diante do sofrimento do outro  e da destruição geral, está com seu miasma terminal, levando a natureza inteira consigo, neste caminho algumas vezes sem volta.

Estamos  vivendo, neste instante, aquele tão falado “ponto de virada”, o “ponto de mutação” de Fritjof Capra, ou “the turning point”, o que quer dizer que poderemos ter tão somente duas opções urgentes, mudar ou mudar, ou seremos finalmente extintos ou extensamente dizimados como espécie.

O ponto de mutação segundo o “I Ching” é o ponto de insuportabilidade máxima tolerável pelos sistemas. Neste momento presente estamos vivendo o ponto de mutação. E o que fazer? Precisamos de uma ação global e simultânea, no sentido da integração humana. Não há mais lugar para o egoísmo, a egolatria, a altivez, a soberba e a indiferença, o ódio, o desprezo, a fraqueza e a covardia.  

Necessitamos de homens, mulheres e crianças conscientes, que então dignas, amem a si próprias e consigam estender esse amor ao outro e ao nosso planeta. Dentro das minhas vivências pessoais, conheci a Teoria Geral dos Sistemas, que se bem compreendida faz com que se perceba que não há ato isolado ou incólume. Quando um presidente dos EUA autoriza que se injete uma bomba dentro de um “bunquer” iraquiano cheio de crianças, ele pode até  não saber, mas todos os habitantes do planeta vão sofrer as inúmeras conseqüências desse seu ato.

A Medicina Homeopática Hanemanniana ou unicista em nosso país é bem estabelecida, assim como o é na Argentina, no México e na Índia. É uma ciência extremamente potente para promover a reciclagem das pessoas de maneira extraordinária, sendo ainda mais surprendente sua ação positiva durante a gestação, na amamentação e em toda a infância. É bastante útil na adolescência e na vida adulta, bem como na terceira idade, pois nunca é tarde para evoluir.

A homeopatia ajuda a promover a adequação do ser, em cada fase da sua vida. Numa criança que viva sua infância, num adolescente que supere suas crises de forma mais suave e rápida, num adulto em conformidade com sua idade e num idoso que, apesar de manter uma mentalidade jovem, aceite sua condição maduramente, tornando-se muito mais útil para os seus e para a sociedade.

Na área da psicologia surge a Vegetoterapia-caractero analítica, um método corporal, criado pelo genial Neuro-Psiquiatra Wilhelm Reich, esplêndido para desbloquear, remover couraças, dissipar traumas, reestruturando  e maximizando o funcionamento cerebral, inclusive reintegrando áreas funcionalmente isoladas do encéfalo, pelos repetidos traumas desde a gestação, o fazendo de modo científico e seguro, tendo suas bases na embriologia do sistema nervoso.

Um indivíduo encouraçado e bloqueado, quando observa uma floresta de araucárias, vê tão somente os cifrões daquilo tudo transformado em lucro. Indivíduos abertos, mais conscientes, vibrarão intensamente com aquela floresta, se sentindo então parte dela. Se esse homem  integrado fosse o presidente do país mais poderoso do mundo, imagine os benefícios que o planeta todo teria, como  por exemplo, o tratado de Kyoto estaria assinado há muito tempo ao invés dessa conduta suicida ora adotada que leva  à destruição da vida no planeta.

A grande massa humana que vive no planeta Terra precisa se esforçar no sentido de sair dessa mediocridade morna e crônica que durante séculos impediu o progresso, assassinando Arquimedes, queimando Giordano Bruno, esquartejando Tiradentes, e mesmo aqui em nosso convívio as repetidas prisões do benemérito e médico de cegos o Dr Jorge Karam, e assim por diante. Há uma linda música brasileira  da época da ditadura militar que dizia: ‘Há um vigia na porta de cada dia”, e se não vencermos os “lobbies” que nos impedem o progresso saudável e sustentável estaremos selando o futuro já de nossos filhos e que diríamos dos nossos netos.

... Como muitos já disseram, a maior modificação que você poderá instituir será a sua mesma, portanto, comece agora mesmo a promover o seu bem e quem sabe alguma luz vinda de você ainda me ilumine um pouco.

Obrigado.

Dr. Jorge Ricardo dos Santos
Médico homeopata –CRM 6785-PR
Pós-psicot. Sistêmica de  familia
Pós-psicot. Corporal reichiana          
Cons: Rua Alberto Folloni, 1093         
Fone(41) 3014-0507 / 3252-6355
Curitiba-PR

 
   

Rua Alberto Folloni, 1093 | Curitiba PR | CEP 80540-000 | Tel 41 3014-0507 | Fax 41 3252-6355 | faleconosco@vitalclin.com.br